Buscar
  • lupuscare

DIAGNÓSTICO PRECOCE E SINTOMAS DO CÂNCER DE MAMA

Atualizado: Out 5

O diagnótico precoce aumenta as chances de tratamento e cura do câncer de mama. As estratégias para a detecção precoce da doença são o diagnóstico precoce (ensinar as pessoas a conhecerem sinais e/ou sintomas iniciais da doença) e o rastreamento (estimulo a realização de exames preventivos que detectem tumures ainda em fase inicial).


Diagnóstico Precoce

Para que exista o diagnóstico precoce é importante educar a mulher e os profissionais de saúde para o reconhecimento dos sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama. Na década de 1950, nos Estados Unidos, o autoexame das mamas surgiu como estratégia para diminuir o diagnóstico de tumores de mama em fase avançada.




Essa estratégia de conscientização busca orientar a população feminina sobre as mudanças habituais das mamas em diferentes momentos do ciclo de vida e os principais sinais suspeitos de câncer de mama.


A mulher deve observar e apalpar suas mamas sempre que se sentir confortável para tal (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem necessidade de aprender um técnica de autoexame ou de seguir uma periodicidade regular e fixa, valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias suspeitas. É necessário que a mulher seja estimulada a procurar esclarecimento médico, em qualquer idade, sempre que perceber alguma alteração suspeita em suas mamas.


Sinais precoces de câncer de mama Os sintomas dos tumores variam de pessoa para pessoa. Alguns sinais de alerta precoces comuns de câncer de mama incluem: - Alterações na pele, como inchaço, vermelhidão ou outras diferenças visíveis em uma ou ambas as mamas; - Aumento no tamanho ou mudança na forma da (s) mama (s);

- Mudanças na aparência de um ou ambos os mamilos; - Secreção mamilar diferente do leite materno; - Dor generalizada em qualquer parte da mama e - Nódulos sentidos sobre ou dentro da mama.

Os sintomas mais específicos do câncer de mama invasivo são: - Seios irritados ou com coceira; - Mudança na cor do peito; - Aumento do tamanho ou formato dos seios (em um curto período de tempo); - Mudanças no toque (pode parecer duro, macio ou quente); - Descamação ou descamação da pele do mamilo; - Nódulo mamário ou espessamento; - Vermelhidão ou sulcos na pele do peito (como a casca de uma laranja);

É importante lembrar que condições benignas podem ter causado essas mudanças. Por exemplo, alterações na textura da pele da mama podem ser causadas por uma condição da pele como eczema, e os gânglios linfáticos inchados podem ser causados ​​por uma infecção na mama ou outra doença não relacionada. Consultar um médico para uma avaliação o ajudará a determinar se algo que você observa é motivo de preocupação.


Estratégia de rastreabilidade O rastreamento do câncer de mama é uma estratégia que deve ser dirigida às mulheres na faixa etária com maior incidência de câncer de mama. Depois dos 40 anos, a mulher deve ter a mamografia entre seus exames de rotina. E conforme a idade avança ou um perfil mais ou menos pré-disposto a desenvolver câncer de mama (histórico na família), os médicos costumam associar outros exames à mamografia. Isso porque o diagnóstico precoce aumenta consideravelmente as chances de cura.


Veja quais são e os exames mais habituais na detecção do câncer de mama:

Mamografia Tradicional

É eficaz no diagnóstico precoce e detecta tumores de até 1cm (nódulos, calcificações e microcalcificações). Embora seja garantido por lei a todas as mulheres a partir dos 40 anos, o SUS prioriza a faixa etária a partir dos 50 anos.

Mamografia Digital

É mais rápido, com menos exposição à radiação e menos pressão das placas sobre as mamas – assim, o desconforto é amenizado. Consegue detectar tumores de até 0,03mm.

Ultrassom e Ecografia

Não é um exame único para a mama, e a investigação é por meio de imagens feitas por ecos. É mais minucioso que a mamografia.

Ressonância Magnética

Possui eficácia no rastreamento e detecção precoce de tumores em homens, mulheres mais jovens e mulheres com mamas mais densas.

Termografia

Discos adesivos e almofadados posicionados sobre as mamas por 15 minutos. O registro ocorre com o uso de calor.

Mamotomia

Utilizado quando há necessidade de fazer uma biópsia de mama. O exame, feito de bruços (em uma cama com um buraco onde o peito é encaixado), possui muita precisão, pois há suporte da mamografia digital para localizar a lesão. Realizado em ambiente ambulatorial, substitui em muitos casos pode substituir a biópsia cirúrgica.


Esteja sempre atenta aos sinais e não deixe de realizar os exames de rotina. Caroços muito pequenos, podem não ser percebidos pelo autoexame das mamas. Não deixe sua saúde de lado, um dia de autocuidado, garante muitos outros momentos ao lado da sua família!

9 visualizações

Seguir

Av Epitácio Pessoa - Lagoa

Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Tel: (21) 2266 - 1794

E-mail: contato@lupuscare.com.br

  • YouTube
  • Instagram ícone social
  • Wix Facebook page