Buscar
  • lupuscare

ENTENDA MELHOR OS EFEITOS DA CORTISONA NO ORGANISMO


Esteróides são um grupo de substâncias químicas que compõem grande parte dos hormônios em nosso corpo. Um desses esteróides, a cortisona, é um parente próximo do cortisol, que é produzido pelas glândulas supra-renais como um hormônio anti-inflamatório natural. Os medicamentos sintéticos de cortisona são eficazes para reduzir o inchaço, o calor, a dor e a sensibilidade associados à inflamação do lúpus. A cortisona geralmente funciona rapidamente para aliviar esses sintomas. No entanto, também pode causar muitos efeitos colaterais indesejáveis

A palavra "esteróide" muitas vezes soa assustadora por causa da atenção dada pela mídia aos esteróides anabolizantes que alguns atletas usam para acelerar o crescimento muscular. No entanto, é importante lembrar que os esteróides formam um grande grupo de moléculas com diferentes funções, e administrados para tratar o lúpus - especificamente, os corticóides - são diferentes daqueles divulgados nestas notícias.

Como os corticóides funcionam para reduzir a inflamação no corpo?

A inflamação é a resposta natural do corpo a eventos como lesões, infecções e a presença de substâncias estranhas - coisas que seu corpo não reconhece como parte de si mesmo. Às vezes, no entanto, como no lúpus, o sistema imunológico não funciona adequadamente, e a resposta inflamatória prejudica seus próprios tecidos, causando rigidez, inchaço, calor, dor e sensibilidade em diferentes partes do corpo. Os corticóides ajudam a retardar e interromper os processos que tornam as moléculas envolvidas na sua resposta inflamatória. Estes esteróides também reduzem a atividade do seu sistema imunológico, afetando a função das células do sangue chamadas glóbulos brancos. Na redução da inflamação e resposta imune, os corticóides ajudam a prevenir danos aos tecidos do seu corpo.

Quais medicamentos esteróides são prescritos para o lúpus?

Prednisona é o esteróide mais comumente prescrito para o lúpus. Geralmente é administrado como comprimidos que vêm em doses de 1, 5, 10 ou 20 miligramas (mg). As pílulas podem ser tomadas com a frequência de 4 vezes ao dia ou tão raramente quanto uma vez a cada dois dias. Geralmente, uma dose baixa de prednisona é de cerca de 7,5 mg por dia ou menos, uma dose média varia entre 7,5 e 30 mg por dia e uma dose superior a 30 mg é considerada alta. Seu médico também pode prescrever uma droga semelhante chamada prednisolona, ​​especialmente se você teve algum problema no fígado. Prednisolona e prednisona são muito semelhantes. Na verdade, o fígado deve converter a prednisona em prednisolona antes que o corpo possa usá-la. Às vezes, as crises de lúpus podem ser tratadas com uma injeção intramuscular (IM) de uma droga chamada triancinolona. Essas injeções geralmente são administradas no consultório de seu médico, e muitas vezes reduzem as crises sem alguns dos efeitos colaterais que acompanham o aumento da dosagem de um corticoide oral como a prednisona. Normalmente, o único efeito colateral perceptível dessas injeções é uma covinha ou perda de pigmentação na vista da injeção. Esteróides também podem ser administrados por via intravenosa (IV) sob a forma de metilprednisolona (Solu-Medrol), e seu médico pode prescrever doses mais elevadas de metilprednisolona (1000 mg) administradas durante um período de três a cinco dias. Estes tratamentos são muitas vezes referidos como "esteróides de pulso." Outras formas de medicamentos esteróides comumente dados para o lúpus são hidrocortisona, metilprednisolona (Medrol) doses e dexametasona (Decadron) comprimidos. Esses medicamentos variam em potência. Por exemplo, a hidrocortisona é mais fraca que a prednisona, a metilprednisolona é mais forte e a dexametasona é muito potente. Pomadas contendo corticóides também são comumente prescritos para erupções lúpicas.

Quais são os efeitos colaterais dos medicamentos esteróides?

Medicamentos esteróides podem ter sérios efeitos colaterais a longo prazo, e o risco desses efeitos colaterais aumenta com doses mais altas e terapia a longo prazo. Por esta razão, os medicamentos esteróides são geralmente prescritos somente após outros medicamentos menos potentes terem se mostrado insuficientes no controle do lúpus. Seu médico irá trabalhar com você para determinar a dose mais baixa de esteróides necessária para controlar seus sintomas de lúpus e prescreverá esteróides pelo menor tempo possível. Os esteróides são às vezes combinados com outras drogas para ajudar a reduzir alguns desses efeitos colaterais.

Possíveis efeitos colaterais de tomar estes medicamentos esteróides são:

  • Mudanças na aparência Acne

  • Desenvolvimento de rosto redondo / em forma de lua (às vezes chamado de "síndrome de Cushing")

  • Ganho de peso devido ao aumento do apetite

  • Redistribuição de gordura, levando a face e abdômen inchados, mas braços e pernas finos

  • Aumento da fragilidade da pele, levando a contusões fáceis

  • Crescimento do cabelo no rosto

  • Problemas psicológicos Irritabilidade: Agitação, psicose, euforia / depressão (alterações de humor)

  • Insônia

  • Maior susceptibilidade a infecções

  • Irritação do estômago, ulceração péptica

  • Menstruação irregular

  • Deficiência de potássio

  • Agravamento das seguintes condições preexistentes: Diabetes Glaucoma Pressão alta

  • Aumento em: Colesterol Triglicerídeos

  • Pode suprimir o crescimento em crianças

No longo prazo os efeitos podem ser os seguintes:

  • Necrose vascular do osso (morte do tecido ósseo devido à falta de fornecimento de sangue)

  • Osteoporose

  • Cataratas Glaucoma

  • Fraqueza muscular

  • Aterosclerose prematura - estreitamento dos vasos sanguíneos por depósitos de colesterol (gordura).

  • Complicações na gravidez - As doses de 20 mg ou mais mostraram aumentar as complicações da gravidez e do parto, como pré-eclâmpsia

O que posso fazer para ficar o mais saudável possível enquanto tomo meus medicamentos esteróides?

Ao tomar medicamentos a base de esteróides, como a prednisona, pode parecer que as reações do seu corpo às a sua rotina e à sua alimentação, estão fora de suas mãos. Se você se sentir sobrecarregado ou frustrado com alguns dos efeitos externos de seus medicamentos, seu médico poderá ajudá-lo a elaborar algumas estratégias para minimizar os efeitos colaterais. No entanto, é importante perceber que você desempenha o papel mais importante para se manter o mais saudável possível. Há muitas coisas que podem ser feitas diariamente para ajudar a minimizar os efeitos colaterais de ambos os medicamentos esteróides e seus sintomas de lúpus.

Dieta

Uma dieta saudável é importante para todos, mas é especialmente importante para pessoas com lúpus e aqueles que tomam corticóides. Ao tomar esteróides, seus níveis de colesterol, triglicérideos e açúcar no sangue podem aumentar. Por estas razões, é absolutamente essencial que você não aumente sua ingestão de calorias e siga uma dieta com baixo teor de sódio, baixo teor de gordura e pouco carboidrato. Você não precisa cortar todos os alimentos que ama, mas dê preferência aos pães integrais, cereais e fontes magras de proteína, como frango e peixe. Consuma bastante legumes - eles são pobres em açúcar e calorias. Tente comê-los sem molhos prontos, porque esses itens carregam muita gordura e calorias. Se você precisar de algo para acompanhar seus vegetais, experimente azeite de oliva ou homus. É importante que você reduza a ingestão de álcool ao tomar medicamentos esteróides, já que os mesmos podem irritar seu estômago. Na verdade, é melhor não beber álcool, porque combinar álcool com certos medicamentos pode ser muito prejudicial para o fígado.

Esteróides podem baixar os níveis de certas vitaminas, como as vitaminas C, D e potássio. Seu médico pode recomendar que você tome suplementos para compensar essas deficiências. Normalmente, é benéfico tomar um multivitamínico todos os dias, mas converse com seu médico para saber qual é o melhor para você, pois algumas vitaminas podem afetar adversamente certas condições. Por exemplo, pessoas com anticorpos antifosfolípides, especialmente aqueles que tomam anticoagulantes, como a varfarina (Coumadin), devem evitar a vitamina K, pois podem aumentar o risco de coágulos sanguíneos.

Osteoporose

Esteróides também podem contribuir para um afinamento dos ossos conhecido como osteoporose, o que pode colocá-lo em um risco aumentado de fraturas ósseas. Seu médico pode prescrever uma droga para a osteoporose ou aconselhá-lo a tomar um suplemento de cálcio ou hormônio. Bifosfonatos como Actonel, Fosamax e Boniva são comumente prescritos, assim como o hormônio paratireoideo (Forteo) e outros medicamentos. Para ajudar a manter os ossos o mais fortes possível, tente aumentar a ingestão de cálcio e vitamina D. O cálcio ajuda a manter os ossos fortes e a vitamina D ajuda o corpo a usar cálcio. Alimentos ricos em cálcio incluem leite e produtos lácteos, tofu, queijo, brócolis, acelga, todos os verdes, quiabo, couve, espinafre, repolho, soja, salmão e feijão seco.

Se mantenha ativo

Além de aumentar o risco de osteoporose, os medicamentos esteróides podem enfraquecer seus músculos. Permanecer o mais ativo possível ajudará você a manter músculos e ossos fortes. Atividades de suporte de peso, como caminhar, dançar e correr, ajudarão seus músculos a permanecer fortes e saudáveis. Muitas pessoas relatam que essas atividades fazem com que elas se sintam melhor mentalmente também. Na verdade, existem substâncias químicas em seu cérebro desencadeadas por um exercício significativo (geralmente cerca de 30 minutos por dia) que ajuda você a atingir uma "alta natural". Seu médico pode ajudá-lo a avaliar sua condição pessoal e decidir sobre uma rotina de exercícios. é melhor para você. No entanto, você nunca deve se deparar com mais do que um desconforto razoável durante o exercício.

Pare de fumar

Pessoas com lúpus nunca devem fumar devido ao aumento do risco de doença cardiovascular. Medicamentos esteróides aumentam esse risco, elevando a pressão arterial. Tabaco, esteróides e lúpus fazem uma combinação muito ruim

Infecção

Medicamentos esteróides também podem aumentar o risco de infecção; este risco aumenta se você também estiver tomando medicamentos imunossupressores. Por esta razão, é importante que você tente evitar resfriados e outras infecções. Lavar as mãos regularmente é talvez a melhor maneira de manter os germes afastados.

Infecções mais sérias podem levar a doenças graves - até fatais. As infecções que mais preocupam os médicos são a infecção renal, um tipo de infecção cutânea chamada celulite, infecções do trato urinário e pneumonia. É importante estar atento a quaisquer alterações na sua saúde, porque as pessoas que tomam esteróides podem não ter febre, apesar de estarem muito doentes. Se estas infecções não forem tratadas, podem entrar na corrente sanguínea e representar uma ameaça ainda maior, por isso é importante notificar o seu médico aos primeiros sinais de uma infecção ou doença.

Além disso, vacinas de vírus vivos, como vacina contra varíola e a vacina contra herpes zoster devem ser evitadas, pois podem causar doenças em indivíduos que tomam medicamentos esteróides.

Cuidados com os olhos

Uma vez que os medicamentos podem aumentar o risco de catarata e agravar o glaucoma, tente fazer um exame oftalmológico duas vezes ao ano. Notifique seu médico sobre quaisquer mudanças importantes em sua visão.

Não pare de tomar abruptamente esteróides

Você não deve parar de tomar esteróides de forma abrupta se tiver tomado por mais de 4 semanas. Uma vez que seu corpo tenha se ajustado a tomar esteróides, suas glândulas supra-renais podem encolher e produzir menos cortisona natural. Portanto, é importante reduzir lentamente a dosagem de esteróides para permitir que as glândulas supra-renais gradualmente recuperem sua capacidade de produzir cortisona por conta própria.

Existem outras drogas que eu posso tomar enquanto estou tomando esteróides?

Os esteróides são frequentemente administrados em doses elevadas, o que pode aumentar o risco de efeitos colaterais. Medicamentos chamados “imunossupressores” às vezes são prescritos além de esteróides para ajudar a poupar alguns desses efeitos colaterais indesejáveis. No entanto, como seu nome sugere, o trabalho imunossupressor para suprimir o sistema imunológico, por isso, ao tomar esses medicamentos, é importante atentar para a infecção e notificar o seu médico em qualquer sinal de doença.

Por causa do risco de osteoporose, seu médico também pode prescrever um bisfosfonato. Ele também pode recomendar tomar suplementos de cálcio ou vitamina D para reduzir o afinamento ósseo.

Seu médico também pode prescrever um diurético para lidar com inchaço, retenção de líquidos e hipertensão (pressão alta). Além disso, como a cortisona pode causar colesterol elevado, seu médico pode prescrever estatinas como Lipitor. Estes medicamentos trabalham para baixar o colesterol.


0 visualização

Seguir

Av Epitácio Pessoa - Lagoa

Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Tel: (21) 2266 - 1794

E-mail: contato@lupuscare.com.br

  • Instagram ícone social
  • Wix Facebook page