November 24, 2019

Please reload

Posts Recentes

HOMENAGEM A DANIELA MENDONÇA

February 17, 2018

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

SER MÃE E PACIENTE DE LÚPUS: COMO LIDAR COM A CULPA?

November 19, 2018

 

 

Se já  difícil para as mulheres de hoje gerenciarem carreira e família, imagina para quem sofre de lúpus.  Entre consultas médicas, exames, fadiga e dores não é fácil ser uma mãe presente e participativa. Essa limitação, causa muita frustração e culpa na maioria das pacientes.

 

Se você se sente assim, saiba que não está sozinha. Trouxemos algumas dicas dessas mães que lutam pela sua própria saúde e pelo bem star de seus filhos:

 

 

1)  Cuide-se

Como mães é comum nos colocarmos por último. Mas quando se tem uma grave doença é preciso se cuidar. Isso não é egoísmo, se você não se cuidar, quem cuidará de sua família? Simplifique sua vida, para reduzir o stress. Divida as tarefas entre todos da casa, incluindo as crianças. Tire vantagem da internet e faça compras, cursos  e tudo o que mais for possível pela rede. Poupe suas energias para o que realmente importa.

 

2) Faça o que você ama

Algumas pessoas gostam de escrever, cozinhar, fazer ginástica, pintar e etc. Descubra o que te da prazer e tente praticar. Realizar essas atividades ajudam a relaxar a mente, principalmente nas crises geradas pela doença

 

3) Tenha uma rede de apoio

Saber com quem contra nas horas difíceis é muito importante.  Tenha um parente ou amigo registrado no colégio das crianças para busca-los em caso de emergência. Muitas vezes a crise pode ser grave e repentina e seu companheiro ficar também impossibilitado de cuidar dos seus filhos.

 

4) Mude suas expectativas e aprenda a navegar na sua "nova vida"

Sua visão do que a vida familiar deveria e deveria ser baseada em idéias e esperanças passadas talvez precise ser drasticamente alterada para permitir ter um imprevisível doença. Isso não quer dizer que você deva desistir de suas esperanças e sonhos, mas continuamente se apegar ao passado, ou reviver o padrão de pensamento de se perguntar como seria a minha vida se não estivesse cronicamente doente? pode impedi-lo de ver qualquer alegria ou satisfação nos momentos presentes que você tem com sua família. Mesmo que não seja exatamente como você imaginou, a vida é um presente. Seus filhos vivem no presente e precisam que você esteja presente com eles. Permitir-se sentir assim exigirá muita paciência, gentileza e amor. Você ainda terá dias bons e ruins enquanto navega pela fórmula certa de padrões de pensamento que funcionam melhor para você.

 

6) Limite a bagunça a um cômodo da casa

Se os seus filhos são pequenos e precisam de mais supervisão, isso pode ser uma tarefa assustadora. Fixar o ambiente (portões de bebê, portas fechadas, etc.) para que todos fiquem fáceis de gerenciar, pode manter as coisas pelo menos sob controle. Isso é ótimo, especialmente se deitado no sofá ou na cama é o lugar que você precisa estar. 

 


Não foi uma escolha ser pai ou mãe com lúpus. Você não escolheu ficar cronicamente doente, então, ao invés de deixá-lo cair no esquecimento, admita que você esteja lutando com este desafio adicional,  VOCÊ É FORTE!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags